Arquivos do Autor: Felipe Melo

O Google é o buscador mais utilizado no Brasil, e com isso você Programador Front-End deve levar alguns requisitos em consideração para que seu site esteja bem posicionado nas buscas. Primeiramente entenda como o Google funciona, existem dois tipos de resultados do Google, os resultados de Links Patrocinados, são os resultados pagos, que pagam para aparecer em primeiro lugar, mas isso não quer dizer que são os de melhor qualidade. São os três primeiros que aparecem no resultado de sua busca. E além do resultado de links patrocinados há o resultado da Busca Orgânica, que são os gratuitos que ficam bem posicionados por ter um bom conteúdo para o usuário, uma boa estrutura entre outros fatores, e é lá onde você quer ficar.

Um dos fatores que o Google leva em consideração é a Semântica do código. A semântica do código nada mais é que o significado da informação, ou seja, você usar cada tag para o que ela serve, como uma tag <p> para um parágrafo, um <small> para algo não tão relevante, <strong> para algo com relevância maior. O HTML 5 possui uma semântica maior, com suas novas tags, como <nav> que indica menu, <section> indica o começo de uma sessão e os <articles> que indicam o artigo dentro de uma sessão.

Para você que é desenvolvedor web existem algumas ferramentas que ajudam você a ter um bom código para o buscador.

Uma delas são:

Webmaster tools – https://www.google.com/webmasters/tools/

Ele nada mais fala quando e onde você tem um problema sério no seu código, como uma duplicação de título em sua página.

*O elemento <title> deve ser único, ele é o que indica para o buscador o título da página, junto com ele há o meta-description, que nada mais é uma breve descrição para o mecanismo de busca. O meta description não fica visível para o usuário, apenas para os mecanismos de busca.

tag

E também temos o PageSpeed Insights – https://developers.google.com/speed/pagespeed/insights/

Que verifica a usabilidade do seu site para os usuários e o tempo de carregamento, que são coisas que influenciam muito para o Google, até porque um ninguém gosta de esperar muito tempo para um site carregar

img2

Um fator que o Google leva em consideração são as imagens, <img src=”” title=”” alt=”” />. src=”” á o caminho da imagem, como exemplo src=”imagens /logotipo.png”, o mais correto é se dar um nome para a imagem utilizando sempre traços nos espaços, assim como “imagens/casa/foto-da-cozinha.jpg” e nada como “DSC0091.jpg” ou “imagem-1.jpg, imagem-2.jpg”

. O atributo title=”” é o título da imagem, se o nome da imagem é foto-da-cozinha semanticamente falando teremos title=“Foto da Cozinha”. O alt=”” é o que muitos esquecem de usar, ou usam e não sabem o porquê de usar, ele é utilizado para usabilidade, como um deficiente visual ao passar o mouse escutará o que está dentro desta tag, e assim entenderá de que se trata aquela imagem.

Um outro fator muito importante são as URL’s, elas devem ser de acordo com seu conteúdo, como por exemplo, www.meusite.com/curso/programador-front-end, você entende perfeitamente que a uma página de um curso de programador Front End, ao contrário de www.meusite.com/?p=2503, que não se sabe do que se trata a página.

O Google privilegia as URL’s que contem palavras chaves relevantes aos seus conteúdos.

Bom essas foram algumas dicas que os programadores front end da Agência Foxid se adequaram para que seus sites possuam uma boa qualidade. Qualquer dúvida, mande nos um e-mail que teremos o prazer em lhe ajudar a ter sucesso com seu site.